Moção de apelo nº 03/2019 - Ademir Zanetti

por rda — publicado 25/04/2019 15h51, última modificação 25/04/2019 15h51
Os Vereadores da Câmara Municipal de Rio das Antas, subscritor da presente proposta, vêm à presença do Plenário desta Casa Legislativa Municipal, apresentar MOÇÃO DE APELO, que após aprovada seja a mesma encaminhada aos Excelentíssimo Senhores: Sandro Ricardo Levandoski – Gerente Regional da CELESC; Cleicio Poleto Martins – Diretor Presidente da CELESC; e Valdir Vital Cobalchini – Deputado Estadual, nos seguintes termos: “Solicita a manutenção do escritório da CELESC do Município de Rio das Antas, encarecendo de melhorias de forma a suprir as demandas da cidade. Solicita, especificamente, que seja mantido o atendente do escritório local em período integral, e profissionais eletricistas de distribuição para atendimento específico no município, visto que há necessidade dessas solicitações afim de proporcionar condições de aprimorar e agilizar o trabalho.”

JUSTIFICATIVA:

 A cidade de Rio das Antas vem crescendo muito nos últimos anos, consequentemente as demandas na prestação de serviços também aumentaram. Diariamente munícipes nos questionam ou reclamam com relação aos serviços prestados pela CELESC, como quedas frequentes de energia em vários locais, o que, em muitos casos, provoca a interrupção do fornecimento de energia por horas.

 Infelizmente, as quedas e/ou falta de energia têm sido frequentes, muito mais que o tolerável, o que não é justo com aqueles que pagam suas faturas e, portanto, necessitam e merecem um serviço de qualidade.

Atualmente o município não conta com profissionais eletricistas lotados no município, sendo que quando solicitados, necessitam se deslocar do município vizinho para o atendimento, o que acaba causando transtornos e demora na solução do problema.

Outro agravante é a falta de atendimento em período integral da atendente no escritório local do município, onde muitas vezes os munícipes necessitam de serviços e informações da CELESC, e devido ao atendimento reduzido no escritório local, acabam sendo prejudicados.