Secretária de Saúde, Bianca F. U. Oliveira, esclarece questionamentos sobre a saúde.

por rda — publicado 28/03/2018 12h55, última modificação 28/03/2018 13h00
Atendendo a solicitação da Vereadora Eliane da Silva Ledur, que usou da tribuna da casa de leis de Rio das Antas, para fazer críticas à Secretaria de Saúde, a secretária da pasta, Bianca F. U. Oliveira, participou da última sessão legislativa e rebateu todas as críticas, comprovando por meio de documentos e relatórios de atendimento, que trata-se de alguns equívocos. A vereadora Eliane, na semana anterior havia citado três pacientes, que estariam com problemas de atendimento e no recebimento de medicamentos judiciais. Sendo que a Secretaria de Saúde entrou em contato com todos e identificou que a primeira das pacientes citada, recebe medicação do Estado, por meio de um processo encaminhado com advogado da paciente. Processo este que deve ser adequado conforme receita médica pela advogada da ação, que em virtude disto causam transtornos, porém Bianca apresentou os recibos de entrega de dezembro de 2017 a março de 2018, comprovando que a paciente nunca ficou sem o seu medicamento. Já a segunda paciente, que segunda a vereadora havia recebido um tratamento áspero, trata-se de uma gestante, que em conversa com a secretária respondeu por meio da seguinte mensagem: “Ola!!! Boa Tarde, devido aos comentários que surgiram em meu nome, quero esclarecer que nada tenho a reclamar e que nenhuma queixa até o momento, estarei a disposição se precisar”. Por fim, a terceira paciente citada, sofre de enfisema pulmonar, e é atendida quase que diariamente pelo ESF de Ipoméia. Além disso, o município tem fornecido todos os medicamentos que são de sua responsabilidade, e inclusive expandiu a lista de medicamentos além dos obrigatórios para melhor atender este e outros casos. A secretária ainda relatou que conversou com o Secretário Estadual de Saúde, visto que o Estado não tem cumprido corretamente seu papel frente às demandas da saúde. Hoje apenas 30% de todos os medicamentos deferidos por meio de processo contra o estado estão sendo entregues no prazo, o que gera transtorno e cobranças indevidas ao município, que está fazendo o possível, mas que não tem como arcar com as responsabilidades do Estado. Por fim, a secretária se colocou a disposição para resolver eventuais problemas, além de deixar a portas de sua Secretaria aberta para receber os vereadores e a toda população rioantense.